Encerramento do Seminário MAGIS das Juventudes no Centro Loyola (PUC-Rio)

No último final de semana (19, 20 e 21), o Pe. Edson Tomé, SJ (Secretário para Juventude e Vocações) esteve reunido com o Pe. Laércio Lima, SJ (Secretário para a Colaboração, Fé e Espiritualidade e Superior do Núcleo Apostólico Rio de Janeiro, Nova Friburgo e Juiz de Fora), com quem teve a oportunidade de conversar amplamente acerca do processo de articulação do trabalho com jovens, vocações e espiritualidade. Com esta conversa, comprometeram-se a fomentar o trabalho em rede, entre as diferentes ações e frentes apostólicas com as juventudes do Núcleo, e ampliar a busca pela colaboração entre as diferentes expressões apostólicas que caminham junto aos jovens neste Núcleo, a saber: Espaço MAGIS Rio, Centro Loyola, Comunidades de Vida Cristã (CVX), Associação de Comunidades de Vida Mariana (ACVM), Ex-alunos, Colégio e Universidade.


Participação durante o Seminário MAGIS das Juventudes

Nesta ocasião, o Pe. Edson Tomé, SJ participou do Seminário MAGIS das Juventudes, organizado pelo Espaço MAGIS Rio em parceria com o Centro Loyola da PUC-Rio. O evento aconteceu no dia 20 de agosto das 14h às 19h. Este seminário surgiu da necessidade do Espaço de refletir, planejar e ampliar sua atuação, tornando-se, assim, parte do processo do seu planejamento estratégico que busca uma ação junto às juventudes de maneira articulada em rede com as demais frentes apostólicas do Núcleo que está inserido. Este momento proporcionou ricas discussões em torno de temas relacionados ao mundo juvenil, projeto de vida e a própria atuação do MAGIS localmente. Contou com ampla presença dos jovens e de diferentes lideranças do Rio de Janeiro e Juiz de Fora que participavam presencialmente e um outro grupo de jovens do Brasil que acompanhou a atividade de modo remoto.

Encontro com as lideranças

Foi este, também, um tempo propício para encontrar jovens jesuítas, Pe. Paulo Veríssimo, SJ (referência para o trabalho com juventude e vocações no Rio de Janeiro),o Ir. Francisco Junior, SJ (referência para o trabalho com juventude e vocações em Juiz de Fora) e o E. Jucélio de Oliveira, SJ  (que tem como missão colaborar na pastoral do Colégio Santo Inácio), bem como as lideranças do Espaço MAGIS Rio e do Centro Loyola (PUC-RJ) que estão envolvidos diretamente no processo de articulação do trabalho com juventude e vocações.


Pe. Edson Tomé, SJ e Paulo Moregola

Além disso, a agenda do Secretário contou com uma reunião com o coordenador da comunicação da Província dos Jesuítas do Brasil -BRA, Paulo Moregola. Nesta ocasião, eles puderam conversar sobre diversos temas que envolvem o Secretariado para Juventude e Vocações e essa área de trabalho, destacando alguns encaminhamentos importantes, como um pedido de assessoria à equipe de comunicação para uma Campanha Institucional sobre a Rede Inaciana de Juventude: MAGIS Brasil, assessoria para uma mobilização de diálogo e consulta aos jesuítas da Província do Brasil e suas percepções sobre o MAGIS Brasil, além de partilhas sobre os frutos e os sonhos em relação a essa área numa parceria da Rede Inaciana de Juventude com a Província dos Jesuítas do Brasil.


Encerramento do Ano Inaciano na Catedral do Rio de Janeiro

Já no domingo (21), o Secretário participou da missa de encerramento do Ano Inaciano na Catedral do Rio de Janeiro junto a todos os jesuítas membros do núcleo apostólico. Essa celebração foi importante para reacender a chama de como é bom estarmos unidos, em rede, enquanto corpo apostólico e Igreja e impulsionando a seguirmos animados no chamado de, pouco a pouco, fazermos o Reino crescer. Em seguida, o Pe. Tomé esteve visitando a igreja São Francisco Xavier em Niterói, também pela ocasião de encerramento do Ano Inaciano, vivendo um tempo prazeroso e surpreendente juntos aos companheiros jesuítas ali reunidos na partilha dos dons e do pão à mesa.

Enquanto Rede Inaciana de Juventude, nosso desejo é seguir ampliando o nosso serviço de cuidado e presença junto às diferentes frentes apostólicas que trabalham com juventudes e vocações e fomentando o desejo de acompanhar os/as jovens na criação de um futuro cheio de esperança como corpo que caminha junto na missão.

Compartilhar.

Deixe uma resposta