Nesta quarta-feira, 03 de outubro, iniciou no Vaticano o Sínodo dos Bispos com o tema: “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

Este Sínodo contará com mais de 260 padres sinodais de diversos lugares onde a Igreja Católica se faz presente no mundo. E pela primeira vez, depois da assinatura do acordo provisório entre a Santa Sé e a República Popular da China, estarão presentes dois bispos da China continental. Os padres sinodais provenientes da China são Dom Giuseppe Guo Jincai (50), e Dom João Batista Yang Xiaoting (54).

Os jovens no Sínodo

A XV Assembleia geral ordinária terá sua conclusão em 28 de outubro e contará com a participação de 34 jovens auditores, entre 18 e 29 anos. Trata-se do terceiro Sínodo convocado pelo Papa Francisco, e como explicou o cardeal Lorenzo Baldisseri, secretário-geral do Sínodo, “segue a linha das Assembleias anteriores, percorrendo sempre o caminho para a renovação da Igreja e da sociedade a partir das próprias bases: a família e os jovens que garantem as futuras gerações”. A Igreja está pronta para se por “à escuta da voz, da sensibilidade e da fé dos jovens, mas também quer ouvir suas críticas e dúvidas”, disse Baldisseri.

“Que o Espírito nos dê a capacidade de sonhar”

Na Praça São Pedro, no Vaticano, o Papa Francisco presidiu esta manhã a missa de abertura do Sínodo dos Bispos e pediu aos padres sinodais que reavivem a própria paixão por Jesus. O Santo Padre iniciou sua homilia com o trecho do Evangelho de São João, que diz: “O Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará tudo e recordará tudo o que Eu lhes disse” (..) “No início deste momento de graça para toda a Igreja, em sintonia com a Palavra de Deus, peçamos insistentemente ao Paráclito que nos ajude a trazer à memória e reavivar as palavras do Senhor, que faziam arder o nosso coração. Memória para que possa despertar e renovar em nós a capacidade de sonhar e esperar. Os jovens serão capazes de profecia e visão, na medida em que nós, adultos ou idosos, formos capazes de sonhar, contagiar e partilhar os nossos sonhos e esperanças”.

Sonhos e esperanças

O Santo Padre expressou seu desejo de que “o Espírito do Senhor nos dê a graça de sermos Padres sinodais, ungidos com o dom dos ‘sonhos e da esperança’, para podermos ungir os jovens com o dom da profecia e da visão; possa dar-nos a graça de sermos memória atuante, viva e eficaz, que não se deixa sufocar e esmagar pelos falsos profetas, mas levar a inflamar o coração e discernir os caminhos do Espírito”. E acrescentou:

“É com esta disposição de dócil escuta da voz do Espírito que viemos aqui, de todas as partes do mundo. Hoje, pela primeira vez, estão conosco também dois irmãos Bispos da China continental, a quem damos as nossas calorosas boas vindas. Com a sua presença, a comunhão de todo o Episcopado, com o Sucessor de Pedro, torna-se ainda mais visível”.

Dilatar os corações

Ungidos com a esperança, – disse Francisco – começamos um novo encontro eclesial, capaz de ampliar os horizontes, dilatar os corações e transformar as estruturas, que hoje nos paralisam, dividem e afastam dos jovens, deixando-os expostos às intempéries e órfãos de uma comunidade de fé que os apoie, de um horizonte de sentido e de vida. A esperança interpela-nos, destronca o conformismo e nos convida a trabalhar contra a precariedade, exclusão e violência, às quais está exposta a nossa juventude. E falando dos jovens, o Papa disse:

“Os jovens, fruto de muitas das decisões tomadas no passado, exortam-nos a cuidar do presente, com maior esforço e com eles, a lutar contra tudo aquilo que impede a sua vida de crescer com dignidade. Pedem-nos e exigem-nos uma dedicação criativa, uma dinâmica inteligente, entusiasta e cheia de esperança, e que não os deixemos sozinhos nas mãos de tantos traficantes de morte que oprimem a sua vida e obscurecem a sua visão”.

Em oração pelo Sínodo

Considerada uma das mais relevantes reuniões do episcopado de nossa Igreja, o Sínodo dos Bispos cumpre a função de auxiliar o Santo Padre em seu governo eclesial, promovendo reflexões e discussões sobre demandas e realidades conectadas diretamente ao tema central do evento. Convidamos toda rede inaciana de juventude do Programa MAGIS Brasil e também todas pessoas ligadas às diversas juventudes no país a colocar o Sínodo em suas orações durante o período em que ele acontece.


Fonte: Vatican News

Compartilhar.

Deixe uma resposta