No dia 17 de junho, sábado, a Casa MAGIS Manaus participou de mais um encontro da Rede Eclesial Pan Amazônica (REPAM-Juventudes), com jovens e instituições parceiras, para refletir sobre o contexto socioambiental da região amazônica e as iluminações que a Carta Encíclica Laudato Si’ apresenta para os espaços eclesiais e sociais.

Também estiveram presentes representantes da Articulação da Juventude Salesiana (AJS), Pastoral da Juventude da Arquidiocese de Manaus (PJ), Pastoral da Juventude do Regional norte 1, Pastoral Universitária (PU), Pastoral Vocacional (PV), SARES, Engajamundo, Área Missionária Sant’Ana e a própria REPAM.

Criada em setembro de 2014, a Rede Eclesial Pan Amazônica é um projeto que nasceu a partir de um encontro que ocorreu na sede das Pontifícias Obras Missionárias (POM) em Brasília (DF). Caracterizada como uma rede de esforços e colaboração, fazem parte da REPAM instituições, obras, pastorais e movimentos eclesiais de toda a América latina que atuam em defesa da proteção da biodiversidade e cultura da região amazônica.

O segmento de Juventudes da REPAM está ampliando os espaços de sinergia entre as juventudes e instituições que conectam jovens da região. “São várias pessoas e instituições se interligando e pautando o cuidado com a vida em sua dimensão integral. Diante do nosso contexto sociopolítico, uma iniciativa como essas é bastante relevante”, partilha padre Silas Silva, coordenador da Casa MAGIS Manaus.


Informações: Casa MAGIS Manaus

Compartilhar.

Deixe uma resposta