Sabemos que é possível outro mundo; e os jovens convidam-nos a envolver-nos na sua construção, para que os sonhos não permaneçam algo de efêmero ou etéreo, para que deem impulso a um pacto social no qual todos possam ter a oportunidade de sonhar um amanhã: o direito ao futuro também é um direito humano.”, disse Francisco em seu primeiro discurso oficial na cidade do Panamá, que sedia nesses dias a Jornada Mundial da Juventude 2019.

Aterrizando na tarde de ontem (23), jovens de diversos locais do mundo aguardavam ansiosos Francisco. Deixando de lado o protocolo, no aeroporto reservou tempo para saudar muitos dos participantes e abençoar algumas crianças, após a recepção do Presidente do Panamá, Juan Carlos Varela, junto da primeira dama e demais autoridades eclesiásticas. No final da cerimônia, o Papa, junto com Dom Ulloa, percorreram as ruas da cidade do Panamá até a Nunciatura Apostólica, local onde Francisco irá se hospedar durante a JMJ.

Hoje, o Santo Padre encontrou as autoridades, os membros do corpo diplomático e os representantes da sociedade civil e da cultura no Palácio Bolívar do Panamá. Ao final, Francisco seguiu a pé até a igreja de São Francisco de Assis para se encontrar com os Bispos da América Central. Nos próximos dias, são diversas as atividades que envolvem o Papa Francisco no Panamá, entre elas a Via Crucis (25), a Vígilia (26), a Missa de Envio (27) e o Encontro com os Voluntários (27).

Não existe vocação ao egoísmo” frisou o Papa em mensagem aos jovens no último Sínodo dos Bispos, que quer cada vez mais despertar não somente nos jovens, mas em todo o mundo, o sentido da solidariedade. Bergoglio bem conhece a realidade da América Latina. Apesar das diferenças culturais, políticas e sociais entre os países, há problemas crônicos que são comuns a todos. E não por acaso escolheu um país da América Central para sediar a JMJ depois de Cracóvia. O Papa sabe da força da juventude.

Continuamos em oração pela JMJ!

Acompanhe em tempo real as novidades da JMJ Panamá 2019 pelos canais da Jornada Mundial da Juventude ou pelo Vatican News

Compartilhar.

Deixe uma resposta