O Evangelho de Jesus nos convida a construirmos uma comunidade de irmãos e irmãs e o trabalho com os surdos é uma urgência pastoral, pois estiveram durante muito tempo às margens de nossa missão como Igreja – Palavras do agente de Pastoral do Centro MAGIS Burnier, Gabriel Pacheco sobre o acompanhamento que realizam em parceria com o INOSEB

MAGIS BRASIL
com informações de Gabriel Pacheco

Um trabalho que é desenvolvido já a algum tempo e que mostra bons frutos é a parceria entre o Centro MAGIS Burnier e o Instituto Nossa Senhora do Brasil (INOSEB), em Brasília (DF). O INOSEB é uma obra das irmãs calvarianas, congregação que sempre esteve muito ligada à missão com a comunidade surda no Brasil. O Instituto que é referencial na cidade, permite que a comunidade surda encontre acolhida e comunhão.

A ação em rede para melhor servir

O contato do Centro MAGIS Burnier com o serviço, foi por meio da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB Regional) que já mantem uma parceria com a missão. O trabalho em rede permitiu que cada vez mais os laços fossem se estreitando e a comunidade surda fosse melhor acompanhada.

A primeira atividade realizada com a participação da comunidade foram os Exercícios Espirituais para jovens que aconteceu no início de 2022. A grande adesão por surdos e intérpretes fizeram da experiência de inclusão mais enriquecida.

Troca de saberes

A partir da primeira atividade várias outras foram propostas como encontros pastorais e culturais. Exemplo disto é a atividade de voluntariado que os vocacionados, candidatos ao noviciado da Companhia de Jesus, realizam no INOSEB e, em contrapartida, o Curso Básico de Libras que os colaboradores e alguns outros jovens do Centro MAGIS fizeram durante o ano passado.

Os jovens acompanhados pelo Centro possuem intérpretes nas atividades/ Foto: Comunicação Centro MAGIS Burnier

“O que nos motiva a estreitar esses laços e desenvolver os trabalhos em conjunto é o fato de que acreditamos que quando nos unimos o trabalho sempre é mais efetivo e os frutos melhores. Percebemos também  a necessidade de nos aproximarmos da comunidade surda aqui em Brasília, já que o Evangelho de Jesus nos convida a construirmos uma comunidade de irmãos e irmãs. O trabalho com os surdos é uma urgência pastoral, pois estiveram durante muito tempo às margens de nossa missão como Igreja, afirma o agente de Pastoral do Centro MAGIS Burnier, Gabriel Pacheco.

O MAGIS busca ser um meio também de inclusão de todos na caminhada da Igreja e da sociedade “e percebendo a necessidade de estar junto a esta juventude específica, surda, nos leva a dar nosso magis, na busca de parcerias que nos levam a uma melhor presença e nos ajudam a melhor servir”, finaliza Pacheco.

Compartilhar.

Deixe uma resposta