Um para o Tocantins e o outro para o interior de São Paulo. Ambos com a mesma finalidade: ser mais para os demais na Semana Maior para todos os cristãos

MAGIS BRASIL
com informações de Larissa Barroso e Daniel Romano

Foto: Centro MAGIS Burnier

Semana Santa é uma grande história de amor, que não conhece obstáculos e nos dá a certeza de que nunca seremos abandonados nas provações da vida. Fala de misericórdia e até onde o amor de Deus por seus filhos pode chegar.

Tudo isso tem fundamento nas palavras do Papa Francisco, já proferidas em várias oportunidades, desde o início do seu Pontificado. “Deus se oferece verdadeiramente todo por cada um de nós”, disse Francisco, aos fiéis antes da Semana Santa, no ano de 2016.

Na busca cotidiana de em cada oportunidade ser mais para os demais, os jovens do Centro MAGIS Burnier/DF e do Centro MAGIS Anchietanum/SP iniciaram neste último final de semana, experiências comunitárias para melhor vivenciar a “Semana Maior”.

Acompanhados pelo diretor do Centro MAGIS Burnier, Ir. Ubiratan Costa, SJ, os jovens do Centro Oeste brasileiro partiram em missão para a Diocese de Porto Nacional, na cidade de Gurupi/TO. Já estão alocados em comunidades periféricas e rurais das paróquias Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora Aparecida.

Com os pés a caminho

Já o Centro MAGIS Anchietanum atendendo ao chamado de ser presença afetiva e efetiva em meio aos/às jovens, colocaram os pés a caminho rumo ao interior de São Paulo junto de uma comunidade paroquial de Monte Aprazível/SP.

O diretor do Centro e Secretário provincial para juventudes e vocações dos Jesuítas no Brasil, padre Edson Tomé Pacheco SJ, como também o estudante Aldeman Neto, SJ, integraram-se ao grupo com mais sete jovens para visitarem as casas e com isso adentrarem a realidade local, mobilizando a juventude para uma melhor vivência em comunidade das celebrações do tempo pascal.

As atividades, tanto no Tocantins como em São Paulo finalizam na Solenidade da Páscoa, no domingo, 9.

Em comunhão uns com os outros, que possamos abrir nosso coração às moções, aos sinais, aos sentidos que a Semana Santa nos revela. Que nos deixemos conduzir pela graça do Espírito Santo, sob a intercessão de Maria, a mãe das dores e testemunha da ressurreição.

Compartilhar.

Deixe uma resposta