Autobiografia, 90

Escrito por Filipe Mendes

A vida de Inácio cada vez mais vai ganhando contornos mais surpreendentes. Acompanhando atentamente a sua autobiografia, verificamos um dinamismo impressionante: do isolamento para a comunidade e da comunidade para o ministério. Ou seja, a espiritualidade de Inácio começou com um estar a sós com Deus em oração, depois cria fraternidade, uma comunidade de pessoas com quem vive a missão, e, por fim, essa comunidade sai pelo mundo vivendo e anunciando o Evangelho de Jesus Cristo.

Na estadia em sua terra, após recuperar a saúde, Inácio pegou a estrada sem dinheiro, como era seu costume, e resolveu visitar as famílias dos seus companheiros. Em Almazán, visitou a família de Laínez; em Navarra, se encontrou com o irmão de Francisco Xavier; em Sigüenza, cumprimentou os pais de Salmerón e um antigo seguidor, Dr. Peralta, que se tornou cônego e pregador. Também visitou, em Valência, um antigo exercitante, o Dr. Castro, que estava na Cartuxa de Val de Cristo, com quem ficou oito dias. Nessa viagem fica evidente a relação fraternal de Inácio com seus atuais e antigos companheiros.

Concluída sua viagem pela Espanha, Inácio irá para Gênova a fim de encontrar o grupo de companheiros em Veneza. Ele foi avisado sobre os perigos da viagem, pois “Barbarroxa estava ao largo com numerosas galeras”, mas o peregrino não foi dissuadido e não conseguiram que ele hesitasse. Durante a viagem, embarcado num navio, sofreu uma tempestade e esteve três vezes a ponto de morrer. Estando em perigo de morte, repassou a fundo a sua vida e não sentiu medo por causa de seus pecados, mas experimentou a dor por não ter aproveitado melhor os dons de Deus. Inácio, com grande grau de desapego, segue firme em seus propósitos.

No texto bíblico abaixo, perceba o dinamismo da espiritualidade de Jesus Cristo: em oração, a sós, com o Pai, criando comunidade e vida missionária. Assim como Inácio, minha espiritualidade possui estas três dimensões? Em que grau de maturidade se encontra minha vida espiritual?

Texto Bíblico: Lc 6, 12-19

#Clique aqui e faça o download da versão para impressão desta reflexão.
Veja também a última reflexão.

Compartilhar.

Deixe uma resposta